Compartilhe

Manutenção Preventiva: Por que adotar a prática?

Início » Manutenção Preventiva: Por que adotar a prática?
20 de junho de 2021

Manutenção Preventiva: Por que adotar a prática?

Costumamos dizer que é muito mais econômico você investir em prevenção do que em
correção. Em se tratando de nobreak e/ou computadores, notebooks e periféricos, através da
manutenção preventiva e/ou preditiva diminuem consideravelmente os riscos de paradas
indesejáveis que por si só já são onerosas, além de evitar problemas mais graves como queima
de peças, o que tornará o reparo muito mais caro.

Uma boa manutenção preventiva consiste:
Analise visual
- De placas e conexões que possibilita a ver problemas em desenvolvimento como
carbonização, oxidação de contatos e outros.
- Da situação de ventiladores, poeira interna depositada, situação dos dissipadores de calor e
pasta térmica.
- De capacitores, fontes e outras partes que possam apresentar desgaste pelo uso continuo.
- Do ambiente de instalação do equipamento quanto a umidade, temperatura, poeira e outros.
Procedimentos técnico
- Medição de rede elétrica, aterramento e situação do quadro de distribuição.
- Substituição de pasta térmica e remoção da poeira acumulada nos ventiladores, fontes,
teclados, etc.
- Processos de calibração nos equipamentos que se faça necessário.
- Substituição de partes e peças com adiantado estado de estresse como é o caso de
capacitores, ventiladores e outros.
- Teste de recursos como portas de comunicação, bypass, wireless e outros.
- No caso de nobreaks, medição de baterias, verificação do prazo de validade dos elementos,
verificação dos cabos das baterias e análise de carga.
- Orientação do usuário.